Ultrassonografia Tridimensional 3D/4D

Sáb, 12 de Novembro de 2011 12:54 |

Fornece uma imagem tridimensional do bebê como na verdade ele é (similar a uma fotografia), da face, das mãos, dos pés e de qualquer outra parte externa do corpo do feto. Na ultra-sonografia 3D, em 3 dimensões, método recentemente introduzido na prática médica, o aparelho armazena um certo volume de imagens do feto e posteriormente estas informações são processadas e analisadas.

 

Seus recursos possibilitam a visualização da superfície do feto, tornando possível a produção de uma imagem bastante semelhante a uma foto do feto. Por isso o método tem se revelado útil no estudo da anatomia fetal, permitindo uma melhor avaliação das características e relações espaciais entre as partes fetais. A ecografia tridimensional 4D visualiza, praticamente em tempo real, os movimentos do feto e as suas expressões faciais.

O melhor período para realização deste exame é de 26 a 32 semanas de gestação onde já temos o feto com "rostinho de bebê", uma boa janela acústica formada pelo líquido amniótico. Porém, nem sempre é possível a aquisição de boas imagens e alguns fatores são primordiais na realização de USG 3D/4D:

 

1. Fetos maiores, com idade mais avançada tendem a se "encontrar" mais próximos da parede do útero e placenta, prejudicando a realização do exame.

 

2. Posição fetal: fetos que apresentemm dorso anterior (ou seja, que se encontram olhando para a coluna da mãe) e com estruturas fetais (mão, pé) na frente do rosto.

 

3. Quantidade de líquido amniótico: quando diminuída não nos permite a formação de boa janela acústica.

 

  • Convênio e Planos
  • IPERGS
  • CASSI
  • CABERGS
  • CODIS
  • UNIMED
  • ...

Tire suas dúvidas


© 2012 Fetale - Centro de Medicina Fetal.