Marcadores

 

MARCADOR é um achado de exame de triagem cujo o resultado indica a probabilidade de ocorrência de gestação afetada pelas anomalias investigadas, selecionando assim, um grupo de gestantes de alto risco para a realização de exames diagnósticos, a critério da paciente, devidamente informada e esclarecida por seu médico assistente.

 

Um resultado positivo indica um aumento do risco basal (indicado pela idade da gestante) para as anomalias investigadas, embora a maioria das mulheres com resultado positivo não tenham um bebê afetado.

 

Um resultado negativo não exclui a possibilidade de ocorrência de anomalias cromossômicas, nem elimina a possibilidade de malformações congênitas, retardo mental por outras causas (síndrome do X frágil, por exemplo) ou outras doenças cujo risco não é avaliado através do teste de risco fetal, mas apenas indica que o risco de uma gestação afetada pelas síndromes, como a Sindrome de Down, é mais baixo do que aquele indicado apenas pela idade materna.

 

Os marcadores são investigados na ultrassonografia morfológica de 1º trimestre ( Translucência Nucal, Ducto Venoso, Osso Nasal) e na de 2º trimestre entre 18 a 24 semanas ( fêmur curto, cisto de plexo coróide, osso nasal hipoplásico, Prega nucal,etc).

 

  • Convênio e Planos
  • IPERGS
  • CASSI
  • CABERGS
  • CODIS
  • UNIMED
  • ...

Tire suas dúvidas


© 2012 Fetale - Centro de Medicina Fetal.